Tag Archives: featured

CREATIVE STAR – HELENA CEBRIAN

Nossa Creative Star deste mês é a Helena Cebrian. Ela acaba de receber uma offer para cursar um International Preparation Course na UAL na área de filmes/ video.

Filha de um diretor de TV e de uma figurinista, Helena cresceu entre sets de produção e  figurinos. Desde pequena, já tinha um olhar diferenciado para as imagens e  seus trabalhos de escola sempre acabavam envolvendo filmes ou pequenos videos. Assim, nada mais natural do que tornar vocação em um futuro objetivo profissional.

Ela descobriu a University of the Arts London (UAL) pela Internet! Buscou alguns alunos que estudaram na universidade e chegou até a Language Partners para dar entrada em seu processo seletivo. O objetivo de Helena é cursar um Foundation Diploma no Diagnostic Mode –  que permite aos estudantes explorar uma variedade de disciplinas antes de decidir qual especialização seguir. No entanto, na primeira etapa do processo seletivo para a universidade, realizada em Outubro, ela recebeu uma offer para um dos International Preparation courses da universidade.

Helena ficou animada com a proposta (afinal, receber uma offer em uma primeira entrevista é algo difícil!), mas vai trabalhar mais em cima das observações feitas por Cath Johnson sobre seu portfólio para retornar às entrevistas de Fevereiro – com o objetivo de conseguir uma segunda oferta. Dessa vez, para o desejado Foundation Course.

Confiram abaixo um pouco do trabalho da Helena! Mais no site: www.helenacebrian.com

A Language Partners deseja Boa Sorte para a Helena e para  os outros candidatos. Para mais informações sobre o processo seletivo para a UAL, entrem em contato conosco: info@languagepartners.co.uk

 

DICAS PARA APLICAR PARA O MA DA UAL

img_8046

Na semana passada, recebemos em São Paulo e no Rio de Janeiro Cath Johnson, representante da University of the Arts London (UAL). Cath veio ao Brasil dar início ao processo seletivo para a universidade para o período de 2018.

Ela também aproveitou para conversar com estudantes sobre o processo de seleção para os Master Courses (cursos de pós-graduação) da UAL. Nos dois workshops ministrados por Cath, os estudantes puderam tirar dúvidas e conhecer mais a fundo as informações e skills que devem apresentar para concorrer a uma vaga em um desses cursos. Reunimos abaixo algumas dicas:

  • Há três tipos de cursos de pós-graduação oferecidos pela UAL: Master Courses (MA), Master of Business Administration (MBA) e Master of Research (MRes).  Além de cursos que podem funcionar como uma ‘ponte’ de acesso para a pós-graduação: Graduate Diploma, Postgraduate Certificate e Postgraduate Diploma.

Por isso, a escolha do curso é muito importante. Como lembrou Cath, dificilmente uma pessoa fará mais do que um Master Course na vida. Então, é preciso ter a certeza de que escolheu o curso certo.

  • Um dos pontos de avaliação no processo seletivo é o Written Statement, ou seja, o texto no qual o aluno explica porque deseja ingressar naquele curso. A dica de Cath é: seja o mais específico possível. Na página online de cada curso, no site da universidade, é possível ter uma ideia do que cada um espera dos seus alunos.

Além disso, tenha em mente as seguintes perguntas na hora de redigir o texto: O que eu quero fazer? Por que eu quero fazer?  Para quem será direcionado meu trabalho? E como eu farei esse trabalho?

  • Outros pontos importantes para o seu Personal Statement: Introduza a você mesmo com um adulto (evite coisas como: quando eu era criança, sonhava em…); Dê detalhes sobre os seus estudos na graduação ou sobre experiências de trabalho relevantes; explique porque você está aplicando para aquele determinado curso; descreva o que você acrescentar, trazer de diferente, para o curso.
  • Por  fim, nem todos os cursos pedem um portfólio para avaliação. No entanto, segundo Cath, é sempre importante ter à mão um portfólio/ compilado de seus trabalhos mais importantes relevantes. Traga sempre uma versão impressa e uma versão digital, caso o entrevistador final (aquele que lhe fará a ‘offer’) não esteja presente no dia da entrevista presencial.

Gostaram? Para saber mais sobre os cursos e processo seletivo para a UAL, entre em contato com Language Partners (www.languagepartners.co.uk).

PROCESSO SELETIVO PARA UAL 2018

central

Este mês damos início ao processo de seleção para a University of the Arts London para o período de 2018. A primeira etapa do processo seletivo acontece no fim de Outubro com entrevistas no Rio de Janeiro e São Paulo.

Pensando nisso, reunimos aqui algumas dicas para os alunos que pretendem aplicar para a uma vaga em um dos colleges da UAL. Confira:

img3

  1. Complete nosso formulário estudante UAL
  2. Se já sabe qual curso está interessado, podemos lhe ajudar com a documentação e portfólio necessários para se candidatar a uma vaga  no curso escolhido. Se não tem certeza do curso que deseja fazer, leia mais sobre as opções na página da universidade www.arts.ac.uk
  3. Agende uma conversa com um dos nossos consultores educacionais especializados em São Paulo, Rio de Janeiro ou via Skype, caso esteja em outras localidades. Se não estiver certo do programa de estudo mais indicado para você, nós poderemos fazer sugestões, tendo como base sua experiência acadêmica e profissional e nosso conhecimento especializado sobre os cursos oferecidos pela universidade.
  4. Participe de um dos nossos Workshops University of the Arts London, como o Fashion Portfolio workshop com a ex aluna da Central Saint Martins Renata Estefan.
  5. Quando estiver decidido sobre o curso, agende uma entrevista com um coordenador da UAL em visita ao Brasil, em uma das três oportunidades que acontecem durante o ano.

Os alunos interessados em participar dessa primeira etapa do processo seletivo podem entrar em contato conosco através do e-mail info@languagepartners.co.uk

CREATIVE STAR – RITA PRADO

Rita Prado

Nossa Creative Star de Setembro é a Rita Prado. A estilista passou uma temporada em Londres e fez um Short Course na Central Saint Martins, através da Language Partners.

Confira abaixo nosso bate-papo com a Rita.

Language Partners – O que levou você a querer estudar na Central Saint Martins? Como conheceu a universidade?

Rita Prado – Antes de tudo foi a minha paixão por Londres. O encontro perfeito entre a melhor faculdade de Moda do mundo e a cidade mais multicultura de todas!

Language Partners – Como foi o processo seletivo para o curso?

Rita Prado – Foi tudo muito simples. Eu entrei em contato com a Universidade pelo site e a representante dela (Language Partners) no Brasil escreveu para mim. Eu enviei meu currículo para o escritório, que me ajudou a escolher o melhor curso para as minhas férias.

Language Partners – Que dica sobre o curso você daria para um estudante que esteja pensando em seguir o mesmo caminho?

Rita Prado – Eu diria: vá em busca do seu sonho! Entre no curso com a mente aberta para novas possibilidades criativas e aproveite cada segundo dessa experiência.

20160713_153207 20160721_100644ok 20160722_111840

Language Partners – Você poderia nos contar um pouco mais sobre o seu trabalho?

Rita Prado – Eu sou designer de moda e professora. Tenho uma marca que leva o meu nome há 10 anos. Desenvolvo peças casuais e de festa, além de estampas fotográficas que traduzem a minha identidade sertaneja.

Language Partners – Quais são seus planos para o futuro?

Rita Prado – Estou planejando alcançar novos mercados dentro do Brasil e aumentar o mix de produto da minha loja. Tenho uma paixão muito grande por fotografia, penso em como expandir essa relação da fotografia com a moda.

Language Partners – O que mais lhe chamou atenção em Londres? Já conhecia a cidade antes?

Rita Prado – Eu já estive em Londres outras vezes antes do curso, mas ela sempre me surpreende. A cidade não para de se reinventar e, ao mesmo tempo, ela lida com a sua história como ninguém!

Language Partners – Como é ser um estudante em Londres?

Rita Prado – É ter a oportunidade de aprender muito dentro e fora da sala de aula. Em cada esquina há um aprendizado. A vivência nos Museus te aproxima dos livros, o passeio em Covent Garden te aproxima dos influenciadores e uma visita rápida à Oxford Street te aproxima das revistas de Moda.

Language Partners – Uma dica de insider sobre a cidade que quase ninguém sabe?

Rita Prado – Um dos museus mais legais de Londres é o Sir John Soane Museum, a coleção de desse colecionador de arte, bem como o prédio em que está o museu me proporcionou uma experiência difícil de definir. É um roteiro pouco conhecido pelos turistas brasileiros, mas que vale muito a visita, sobretudo para quem trabalhar com arte e design.

Quem quiser conferir um pouco mais da passagem de Rita por Londres e das dicas sobre a cidade, pode assistir à série #30diasdeLondres que ela gravou por lá.

 

WORKSHOP DE DAVID KAPPO EM SÃO PAULO

img_6308-2

Em comemoração so 20 anos da Language Partners no Brasil tivemos o prazer de trazer ao país David Kappo, diretor do Graduate Fashion Diploma da Central Saint Martins.

David passou uma semana em São Paulo ministrando dois Workshops de Criação para estudantes e interessados no mercado de Moda e palestras para alunos de Design de Moda das faculdades FAAP e Santa Marcelina.

img_5616

No primeiro Workshop, voltado para jovens estudantes com interesse em conhecer um pouco mais sobre o mercado da Moda, David conversou com alunos e propôs a eles a criação de Fashion Show com peça feitas a partir de papelão e outros itens reciclados – como uma forma de expandir e trabalhar a criatividade da turma.

img_5552-2

img_5569

Já no segundo Workshop de Criação, voltado para estudantes de Design de Moda, David e Renata Estefan apresentaram aos alunos os requisitos, exemplos e dicas para a criação de um bom portfólio de trabalho.

Para David, um portfólio deve mostrar a personalidade do designer e, principalmente, seu processo de trabalho. Foram três dias intensos de trabalho (o workshop mais longo ministrado por ele aqui no Brasil!) e os resultados surpreenderam a todos!

David ainda visitou a São Paulo Fashion Week, onde encontrou uma sua ex-aluna: Jahnkoy, que realizou uma apresentação especial na Bienal.

img_5573

Confira um pouco mais da visita de David Kappo ao Brasil:

CREATIVE STAR – KAROLINE VITTO GOMES

karoline

Faltam poucas semanas para a visita de David Kappo, diretor do Graduate Fashion Diploma, da Central Saint Martins, ao Brasil. Ele vem a São Paulo ministrar um Workshop especial para alunos brasileiros.

Por isso, teremos mais um Creative Star esse mês:  a Karoline Vitto Gomes. Ela acaba de concluir o curso ministrado por David Kappo, na CSM, com Distinction – o grau mais alto que um aluno pode receber.

Confira abaixo nossa conversa com a Karoline e suas dicas para quem quer seguir os mesmos passos:

Language Partners  – O que levou você a querer estudar na Central Saint Martins? Como conheceu a universidade?

Karoline – Conheci a CSM alguns anos atrás, já estava cursando moda em Florianópolis, na UDESC, e logo no início do curso pesquisei quais eram as melhores universidades do mundo para a minha área e como eram seus processos seletivos. Na época, estudar fora não era uma opção concreta, mas eu tinha um plano um pouco distante de fazer uma pós ou especialização fora.

Após ter me formado no bacharelado, não tinha muita certeza sobre qual carreira seguir, dentro da moda ou fora dela. Estava trabalhando como designer gráfico, havia feito cursos de empreendedorismo criativo e confesso que estava um pouco perdida. Acabei conhecendo por acaso uma ex aluna do Graduate Diploma da CSM, a Renata Estefan, e após algumas conversas com ela fiquei convencida a aplicar para o mesmo curso que ela havia feito, pois parecia a opção ideal para continuar minha educação no momento.

Language Partners – Como foi o processo seletivo para o curso?

Karoline – Para ser aprovado para o Graduate Diploma você deve ter concluído um bacharelado em moda e ter todas as habilidades que isso implica: desde pesquisa e design development a saber costurar e fazer modelagem. Meu BA do Brasil foi muito completo nesse sentido, saí da UDESC com uma base muito boa de modelagem e costura que foram essenciais para o trabalho que eu acabei desenvolvendo mais tarde.

Porém, acredito que o principal ponto seja ter uma identidade própria e saber desenvolver muito bem o seu processo, seja ele mais focado em trabalho no manequim ou desenho.  É necessário multiplicar as ideias em grande quantidade e depois saber refiná-las e transformá-las em design. Isso tudo refletindo muito bem a sua pesquisa e o que você quer dizer com ela.

Um bom portfolio é essencial. Nesse caso não se trata só de algo bonito ou decorado, longe disso: um portfolio bem feito deve contar a história e o processo do seu trabalho sem que você esteja lá para explicá-lo, isso é o principal.

Language Partners – Como foi ser aluna do David Kappo?

Karoline – O David tem uma capacidade incrível de extrair de dentro dos alunos aquilo que eles nem sabiam que estava lá. É incrível. Ele faz com que a gente descubra sozinho aquilo que nos move e que faz sentido para nós, tanto como pessoas quanto como designers. Ele vê algo em você e incentiva aquilo a brotar e florescer, é um grande professor. Muito exigente também, e deve o ser, pois os planos dos alunos são grandes: vagas de mestrado nas melhores universidades do mundo, empregos em Paris, etc.

Language Partners – Que dica sobre o processo e o curso você daria para um estudante que esteja pensando em seguir o mesmo caminho?

Karoline – Nesse ano minha maior lição foi aprender que você deve mesmo fazer aquilo que você gosta e agradar a si mesmo em primeiro lugar. Essa é a principal dica que eu poderia dar para qualquer aluno. É muito comum os tutores terem opiniões bem divergentes entre si e tentarem te guiar para caminhos opostos. Se você tentar agradar a todos eles, vai acabar confuso e frustrado e não vai agradar a ninguém. O pior de tudo, porém, é tentar adequar seu trabalho a uma universidade ou empregador específico que não tem nada a ver com você. Você deve, sim, ouvir os tutores o máximo que puder, e realmente tentar seguir o que eles sugerem, mas no final quem decide é você. Você é o diretor do seu próprio projeto e quem vai levar aquele portfólio a entrevistas e dar a cara a tapa é você e mais ninguém. E é muito difícil defender um trabalho com o qual você não se identifica, ainda mais em uma língua que não é a sua.

Além disso, crie o hábito de constantemente olhar para si mesmo, os seus gostos, o ambiente que te circunda, o que te atrai, como você se veste. A maior parte das respostas está aí.

karoline-vitto-gomes

karoline-vitto-gomes2 karoline-vitto-gomes3 karoline-vitto-gomes4

Language Partners – Você poderia nos contar um pouco mais sobre o seu trabalho final, que ganhou distinction?

Karoline – Meu trabalho final partiu de uma conversa que tive com a minha irmã sobre corpo e auto-estima feminina. O fato é que todas as mulheres que conheço em algum momento ou outro já fizeram algum comentário autodepreciativo sobre seus corpos e eu queria mostrar que corpos humanos tem gorduras e são normais e lindos de qualquer forma e com todas as suas curvas.

Então para celebrar essas curvas, que são absolutamente normais e que eu particularmente acho interessantes e atraentes, pedi que uma amiga me fotografasse em diversas posições que enfatizassem as minhas próprias curvas e dobras, as quais provavelmente as revistas femininas diriam pra eu disfarçar ou esconder! O resultado foram diversas fotografias de curvas, gorduras e linhas que eu utilizei para desenvolver a minha coleção, com formas super justas de onde saem esses volumes localizados em áreas específicas, para celebrar as formas corporais que tanto amo.

Language Partners – Quais são seus planos para o futuro?

Karoline – Passei para o mestrado da Royal College of Art e começo agora em Outubro. Estou animada mas também com um pouco de medo pois a responsabilidade é maior, a exposição é maior e o tempo num mestrado desse porte é precioso. Mas é um medo bom, estou animada pelas oportunidades e possibilidades que vão surgir lá e que eu sei que não seriam possíveis em outras universidades. Para depois do MA eu ainda não tenho certeza, mas adoraria voltar ao Brasil periodicamente para transmitir para outros alunos tudo o que venho aprendendo aqui. Já tive uma experiência em educação e sinto que encontrei algo de que realmente gosto e que me deixa feliz, portanto pretendo seguir como tutora de moda no futuro de alguma forma.

Para quem quiser conferir um pouco mais sobre o trabalho da Karoline, visite: www.karolinevittogomes.com

CREATIVE STAR – VITORIA BAS

vitoria-bas

A nossa Creative Star deste mês é a Vitoria Bas. Ela acaba de se graduar no  BA (Hons) Graphic Communication Design da Central Saint Martins. O curso é voltado para estudantes que desejam se aprofundar nas técnicas de Comunicação Gráfica. Vitoria conta mais sobre a experiência para nós:

Language Partners: O que levou você a querer estudar na Central Saint Martins? Como conheceu a universidade?

Vitoria Bas: Conheci em uma feira de intercâmbio. A gente conversou com o pessoal da Language Partners e eu me interessei pelo processo de seleção. Eu sempre achei o processo de vestibular muito frustrante e cansativo – a gente passa o Ensino Médio inteiro estudando coisas complexas demais para o Ensino Fundamental, mas rasas demais para o Ensino Superior, para fazer uma prova completamente ultrapassada e esquecer tudo depois.

Language Partners: Como foi o processo seletivo para o BA (Hons) Graphic  Communication Design?

Vitoria Bas: Eu fiz o Foundation Diagnostic, que é o curso pra ajudar a decidir qual direção você vai tomar. Então eu tentei um pouco de tudo mas já sabia que ia ser Graphic Design no final.

Language Partners: que dica sobre o processo e o curso você daria para um estudante que esteja pensando em seguir o mesmo caminho?

 

Vitoria Bas: Pra se acostumar a registrar tudo o que faz e ter sempre um sketchbook na mochila, porque na CSM é tudo processo, processo, processo.

Language Partners: Seu trabalho final foi um Stop Motion com letras de músicas folclóricas do Brasil, certo?  Você poderia nos contar um pouco mais sobre a inspiração e o desenvolvimento?
Vitoria Bas: Foi uma animação pra uma música específica, o Romance de Uma Caveira, de Alvarenga e Ranchinho. Meu avô costumava cantar essa música e na época eu não ligava, mas depois que escutei de novo percebi que era muito engraçada. Eu trabalhei junto com uma amiga que também tem interesse em animação e como eram as últimas semanas do semestre, a gente teve que tomar decisões muito rápido e trabalhar muito rápido. A música conta uma história, então a gente já tinha uma estrutura firme pra começar. Foi o último projeto que a gente fez. A gente só queria se divertir.

 

OS CURSOS EM MIDIA DIGITAL DA LCC

marketing-digital

Em tempos em que a Internet e redes sociais ocupam cada vez mais espaço em nossas vidas, é natural que marcas e empresas voltem-se para esse canal como meio de divulgação de produtos ou serviços e como forma de estar mais perto de seu público-consumidor.

A London College of Communication oferece um variedade de Short Courses – cursos de especialização profissional – voltados para a área de Midias Digitais.

Há opções nas mais diversas áreas de estudo: da produção de conteúdo para videos no Youtube até estratégias de Marketing Digital, passando por cursos nas áreas de Comunicação de Mídias Sociais.

Os cursos vão do nível básico ao avançado e alguns são oferecidos também na versão online – ou seja, é possível estudar na LCC sem sair de casa! A duração gira em torno de uma semana para os cursos presenciais.

Para saber mais, http://www.arts.ac.uk/lcc/courses/short-courses/

 

 

VOCÊ CONHECE OS INTEGRATED MASTERS DA UAL?

Os  Integrated Masters  da UAL são programas que permitem aos estudantes cursarem três anos da graduação, seguido de um quarto ano de pós-graduação, terminando os estudos com um MA em sua qualificação.

Há modalidades oferecidas pela London College of Fashion e Central Saint Martins.

w948q702

MSC COSMETIC SCIENCE

Um dos únicos cursos do mundo voltado para a área de Cosmética e indústria da beleza. Tem como foco as necessidades dos consumidores e proporciona aos estudantes habilidades críticas e para trabalhar na área.

MSC STRATEGIC FASHION MANAGEMENT

Voltado para quem busca se especializar em áreas como supply chain, merchandising, financeiro ou gerenciamento de equipes com foco a indústria da moda.

 

 

w948q70

MA DIRECTING

Esse curso oferece aos estudantes habilidades artísticas e técnicas adequadas para o trabalho o teatro, cinema, televisão e rádio. Trabalhando com estreita colaboração com o BA Acting, o curso oferece uma compreensão profunda do processo de atuação.

CREATIVE STAR: YASMIN PAN

image2Nossa Creative Star é de hoje é a Yasmin Pan. Formanda em Design de Moda, pela Universidade Veiga de Almeida, Yasmin participará do Workshop Criativo da Central Saint Martins, que será ministrado por David Kappo, em Agosto.  Confira a seguir nosso bate-papo com ele sobre a carreira em Design de Moda e seu trabalho!

Language Partners – O que levou você a escolher a faculdade de Design de Moda?

Não foi uma decisão que eu tinha na cabeça desde pequena. Fiquei algum tempo, após terminar o Ensino Médio, sem saber o quê fazer. Gostava de desenhar e pintar, por isso, pensei que talvez arquitetura fosse pra mim. Já que das profissões que eu conhecia, essa seria a mais relacionada aos meus interesses. Mas após a primeira prova de Vestibular ainda não sentia que era o certo. Em uma conversa com uma amiga, ela falou sobre o curso de Design de Moda, que até então não tinha ideia que existia. Via revistas de Moda, lia matérias sobre o tema, mas nunca associava aquilo a uma carreira. Fiz uma pesquisa sobre o assunto e então tudo se encaixou.

Language Partners – Você apresentou um  portfólio muito interessante para o ingresso no Workshop, com uma estética diferente e marcante. Como surgiu a inspiração para este trabalho?

A pesquisa foi feita com as fotos que fiz em duas subidas ao Morro dos Prazeres, no Rio de Janeiro. Durante o passeio pelas vielas, fui registrando tudo o que me parecia interessante. As cores foram o quê vi primeiro, elas saltavam  aos olhos o tempo todo. Pinturas, grafites, escritas, fios, texturas… As crianças brincando e correndo também passavam ao longo do caminho. Sempre em roupas soltas e largas. Assim utilizei a estética dessa favela carioca junto às formas amplas das roupas para desenvolver o projeto.

yasmin1 yasmin2 yasmin3 yasmin4 yasmin5

Language Partners – Como você acha que o Workshop com David Kappo (diretor do Graduate Diploma Fashion da CSM) poderá contribuir para seu trabalho e carreira? 

Essa é uma oportunidade rara, um workshop em que posso ter contato direto com o professor de uma das melhores faculdades de moda do mundo. Acho deve ser um curso intenso e que como designer vai me ampliar em todos sentidos.

Language Partners – O que você pensa para o seu futuro nessa carreira?

Quero estudar mais, fazer mais projetos. Ainda preciso descobrir minha identidade como designer. Também pretendo trabalhar para grandes marcas. Acho que experiência é tão importante quanto estudo. E um dia ter minha marca. Não necessariamente tudo nessa ordem.